sobre

Lilyen Vass desenvolve seus trabalhos tendo o corpo como argumento para dialogar com diferentes áreas do conhecimento, dando forma à sua expressão na área artística.

Criadora, é interessada pela dinâmica do movimento e expressão do corpo. Iniciou seu trabalhos com videodança tendo, nos últimos anos, aproximado suas pesquisas às artes perfomáticas e plásticas.

Tem sua formação em teatro e dança e pós-graduação em concepção coreográfica. Trabalha como orientadora de práticas corporais (Educação Somática – tendo sido assistente de Silvia Soter por 10 anos -, Qi Gong e Dança Contemporânea). Também ministrou aulas de Consciencia Corporal na REDES – Associação de Desenvolvimento da Maré.

Foi contemplada, em 2012, pelo edital da Secretaria de Estado da Cultura – SEC e o com o FADA (edital da Secretaria Municipal de Cultura), para criação e montagem do projeto VOZ.

Com trabalhos em vídeo, foi contemplada pelo edital do Empac 2009-2010 (Nova Iorque) para dirigir a videodança PERTO DEMAIS SE ENXERGA DE MENOS – recebendo prêmios meses depois no Chile e em Portugal. Seu videodança MÃOS foi premiado no Festival InShadow (Portugal) em 2008.

Em 2007, recebeu prêmio com a monografia A ÉTICA DO CORPO IDOSO: REFLEXÕES EM BUSCA DE UM CORPO AUTÔNOMO E CRIATIVO, no concurso do Banco Real.

Completam sua experiência a performance e a interpretação, tendo trabalhado com Nuno Ramos na instalação Fodasefoice (2008), no Paço Imperial do Rio de Janeiro; na Ópera Orfeu (2007), no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, com direção de Alberto Renault; no trabalho Bordal e Do lado de dentro, no Panorama da Dança (2007 e 2006, respectivamente); no trabalho AND, de Gary Stevens, no Centro de Arte Hélio Oiticica (2005) e na peça Mahagony, de Vitor Lemos, fazendo a Direção de Movimento.

Em 2016, retorna a São José dos Campos depois de ter morado em São Paulo, Londres e Rio de Janeiro.

Clipping

Next Post

Previous Post

© 2017 Lilyen Vass

Theme by Anders Norén